sábado, 13 de fevereiro de 2010

Contemplação Filosófica

Faço uso de ti
para te escrever,
para nos escrever
e me reescrever a cada dia.

Faço que não sei,
mas sou um laço
no qual eu própria
me apeguei.

Faço bolhas na minha
cabeça de vento para
não admitir o que invento;
não sinto.

Faço que não me vejo,
embora enxergue;
sinto tudo.

6 comentários:

Liuri Loami disse...

Muito, muito profundo e bem feito.
Adoro a forma com que você pensa e escreve, continue assim e irá longe. :)

http://numberpi.blogspot.com/

Guilherme Bayara disse...

Concordo com o Liuri em cada palavra.


Simples e muito bonito. Dificil de se escrever assim, mas você fez parecer facíl. Desliza pelas palavras.

Henrih Kurty disse...

legal*-*
comenta lah
http://bestadeluxo.blogspot.com/

Vinícius disse...

Reescrever nossas vidas a cada dia é o caminho do "sucesso"...

Vinícius disse...

Reescrever nossas vidas a cada dia é o caminho do "sucesso"...

CM Tricoloko disse...

"Faço que não me vejo,
embora enxergue;
sinto tudo."

perfeito
*__*