quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Quando escrevo
eu vivo, eu morro.
E me faço nascer, 
me crio, me invento.

Quando existo
eu morro e só morro.
E me faço renascer, 
por mais difícil que seja.

Quando deliro
eu vivo e só vivo.
E me deixo levar pelo
meu mundo convosco.

2 comentários:

Liuri Loami disse...

Tem um selo lá para voce. ;)

numberpi.blogspot.com

Gutemberghz disse...

Por esses textos que vejo o quanto essa menininha cativante é especial. Eu realmente GOSTEI MUITO!